> PT   > EN

Flor de Sal

A Flor de Sal foi desde sempre consumida em Portugal pelos Marnotos (trabalhadores da salina) em sua casa. Davam-lhe o nome de “coalho”  por flutuar à superfície da água tal como a nata no leite.

A Flor de Sal é composta por cristais leves, em forma de palheta, de uma brancura extrema, que se formam na superfície das pequenas peças da salina, formando uma fina película de sal que as cobre.  Essa “película” é colhida diariamente, com um rodo (instrumento manual de recolha), necessitando para o efeito de perfeitas condições climatéricas.

A grande vantagem da Flor de Sal é o seu sabor, ou melhor, os sabores que esta desperta nos alimentos.
 

A Flor de Sal deve ser utilizada após a confecção, antes de servir, para afinar o tempero, ou na mesa para os que gostam de um pouco mais de sal, substituindo o insípido sal refinado.

A duração da época produtiva da Flor de Sal é normalmente inferior à do Sal Marinho Tradicional, resultando também numa menor produção, razão pela qual é um produto disponível em muito pouca quantidade.